Concursos relativos a Medicinal Legal

segunda-feira, 11 maio 2020 16:58

fazer o que ainda não foi feito (*): por RA

Reporte gráfico da situação da covid-19 em Portugal - 11 de maio (cerca das 15h00) - a partir de dados da DGS

1. O gráfico da evolução apresentado anteriormente está a ficar muito sobrecarregado. Em vez disto

  optei por mostrar a panorâmica em dois gráficos de linhas onde se vê melhor que o número diário de óbitos por covid-19 tem evoluído sem sobressaltos e que o número de novos contaminados justifica muita atenção durante o desconfinamento em curso. 

______________________________________________________________________________________________________________________________________

_______________________________________________________________________________________________________________

2. A desejada diferença entre casos confirmados e “ativos” vai aumentando – estava em 3363 a 7 de maio, hoje está em 3693 (mais 9,8%).  

_____________________________________________________________________________________________________________

3. O grupo dos 5 municípios com mais casos por mil habitantes continua a não incluir os mais populosos.

Posição dos municípios - n.º de casos e casos por 1000 habitantes

* Pordata, 2018

___________________________________________________________________________________________________

4. Em números de casos e de óbitos, ajustados à respetiva dimensão populacional, o Norte tem praticamente o mesmo que a soma Lisboa&VT + Centro

____________________________________________________________________________________________

5. A letalidade (óbitos por cada 100 casos confirmados), focando-nos apenas as regiões mais populosas, é, no Norte, igual à nacional, enquanto em Lisboa &VT fica abaixo e no Centro fica acima.

_______________________________________________________________________________________________

6. A distribuição dos óbitos por idades continua a dizer-nos que a covid-19 é mais grave nas pessoas mais velhas (87,2% dos óbitos tinham mais de 70 anos, 67,2% mais de 80 anos), sendo pequena a diferença entre homens e mulheres. A letalidade parece mostrar ser mais perigosa nos homens do que nas mulheres.

_________________________________________________________________________________________________________________________

7. A mortalidade geral (todas as causas) (https://evm.min-saude.pt/) em cada dia parece manter-se estavelmente paralela aos valores dos últimos anos

“Calma aí…Painel de obrigação - Obrigatório lavar as mãos - Rígido - Manutan.pt… isto continua a ser importante”

(*) “Fazer o que ainda não foi feito” é uma música de Pedro Abrunhosa

Publicado em Outra informação

Pesquisar por texto

Informação por datas

« Julho 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31        
 
 
 

EU privacy directive