Concursos relativos a Medicina Hospitalar

terça-feira, 30 junho 2020 21:44

Lisboa Oxalá (*): por RA - retificação

A solicitação de muitos, envio um novo reporte gráfico neste final de mês. Fala-se muito de uma segunda onda e de uma situação sem controlo. Salvo melhor opinião, não há uma nem outra. A situação em Lisboa oxalá não signifique que se está a perder a noção das coisas.

«Tem ganho destaque nos últimos tempos o crescimento do número de casos de COVID-19 na zona de Lisboa. Diversas explicações têm sido avançadas, mas sem haver ainda uma clara definição do que está por detrás desse crescimento. Considerando o período desde 11 de maio (uma semana depois do início do processo de reabertura da sociedade e da economia), verifica-se a regularidade de um crescimento linear do número de novos casos. É um crescimento pequeno, quando visto em média diária de acréscimo, mas persistente. Ao fim de 7 semanas já quase duplicou o número de novos casos (por dia) em média. Não sendo ainda uma situação de emergência, é claramente uma evolução que se torna necessário travar.» Pedro Pita Barros, 29jun2020

(quadro retificado)

(quadro retificado)

(quadro retificado)

Em 9 de junho o top 10 de casos/mil estava assim:

BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China, África do Sul). G7 (Canadá, EUA, França, Itália, Japão, Reino Unido)

O conteúdo deste reporte é feito com dados recolhidos na DGS, na Worldometers e na Pordata. Nada obsta a que estes gráficos possam ser reencaminhados ou usados alhures, sendo totalmente dispensável referir a autoria. O planeta agradece se este reporte não for impresso!

Saudações cordiais, Rosalvo Almeida

(*) “Lisboa Oxalá” é uma canção de Carlos do Carmo

 

Publicado em Outra informação

Pesquisar por texto

Informação por datas

« Abril 2020 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30      
 
 
 

EU privacy directive