E se convidássemos os Suecos! Artigo de Jorge Almeida

segunda-feira, 29 junho 2020 21:13

Nesta discriminação sem sentido entre nações europeias, a Dinamarca deu o pontapé de saída: Podem entrar todos menos Suecos e Portugueses. Dado o mote, outros tantos países houve que lhe seguiram a peugada entre os quais, espanto dos espantos, a nossa velha e incondicional histórica aliada e, há que dizê-lo, mais que todos infetada.

Mesmo sabendo da impossibilidade de conter a vinda de turistas da Grã-Bretanha via Espanha, ou talvez por o saber, o governo de Boris Johnson decidiu juntar-se ao coro dos estigmatizantes. É caso para dizer, não fosse a forte crise que atravessa a indústria do Turismo, estaríamos gratos ao preclaro primeiro-ministro Inglês pela tentativa de nos pôr a salvo de visitantes do país europeu com maior número de mortos e de internados em cuidados intensivos pelo Covid-19.

O problema é que, Algarve em especial, estamos mesmo necessitados de visitantes estrangeiros que nos ajudem a reabilitar a hotelaria e indústrias associadas. Ou, para ser mais claro, precisados de divisas que ajudem a mitigar a enorme crise económico-financeira em que, sem mais culpa que os demais, nos vimos mergulhados.

Dito isto e porque já ninguém nos livra do estigma de “feios, porcos e maus” fica o desafio ao Governo: E se, numa atitude de discriminação positiva, convidássemos especificamente os Suecos a vir visitar-nos neste verão?

 

Jorge Almeida, Porto

 

 

 

 

 
 
 

EU privacy directive